Farmácia

1. Quem tem direito a receber medicamentos do componente especializado (alto custo)?
Esse direito constitucional foi regulamentado pela Lei nº 8.080/1990 que, dentre outras ações, estabeleceu que o Sistema Único de Saúde deveria ser estruturado de forma a garantir assistência terapêutica integral, inclusive Assistência Farmacêutica.

2. Quais são os documentos necessários para inscrever-se no programa de liberação de medicamentos do componente especializado (alto custo)?
1 .Laudo de Solicitação, Avaliação e Autorização de Medicamentos do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica original, preenchido de forma completa e legível pelo médico responsável pelo atendimento ao paciente.
2.Prescrição de medicamento original, em duas vias, elaborada de forma completa e legível, pelo médico responsável pelo atendimento ao paciente.
3.Cópia de documentos pessoais do paciente (Documento de identidade; Comprovante de residência com CEP; Cartão Nacional de Saúde (CNS)).
4.Cópia dos exames conforme o Protocolo.

3- Quais são os exames necessários para liberação dos medicamentos indicados na doença inflamatória intestinal?
Sulfassalazina :
• Doença de Crohn
- Laudo médico com comprovação endoscópica, radiológica, cirúrgica ou anatomopatológica da doença;
- Hemograma;
- Urina tipo I;
- Dosagem sérica creatinina.

• Retocolite Ulcerativa
- Laudo médico com comprovação endoscópica ou radiológica ou cirúrgic a ou anatomopatológica da doença.
- Hemograma;
- Dosagem sérica TGO (Transaminase Glutâmico Oxalacética);
- Dosagem sérica TGP (Transaminase Glutâmico Pirúvica);
- Dosagem sérica creatinina;
- Urina tipo I

Mesalazina :
• Doença de Crohn
- Laudo médico com comprovação endoscópica, radiológica, cirúrgica ou anatomopatológica da doença;
- Hemograma;
- Urina tipo I;
- Dosagem sérica creatinina.

• Retocolite Ulcerativa
- Laudo médico com comprovação endoscópica ou radiológica ou cirúrgica ou anatomopatológica da doença.
- Dosagem sérica Ureia;
- Dosagem sérica creatinina;
- Urina tipo I

Imunossupressores :
Infliximabe :
• Doença de Crohn
- Laudo médico com comprovação endoscópica, radiológica, cirúrgica ou anatomopatológica da doença;
- Dosagem sérica TGO (Transaminase Glutâmico Oxalacética);
- Dosagem sérica TGP (Transaminase Glutâmico Pirúvica);
- Avaliação de Tuberculose Latente ou Ativa;
- Radiografia de tórax;
- Prova de Mantoux PPD (teste tuberculínico).

Adalimumabe :
• Doença de Crohn
- Laudo médico com comprovação endoscópica, radiológica, cirúrgica ou anatomopatológica da doença;
- Avaliação de Tuberculose Latente ou Ativa;
- Radiografia de tórax;
- Prova de Mantoux.

4-Qual é o tempo máximo de validade das receitas médicas para liberação dos medicamentos?
Para medicamentos não controlados, a receita tem validade 03 meses.

5-O que fazer na falta de medicamentos no programa CEAF/Farmácia de alto custo?
Para solicitar medicamento ou nutrição enteral não disponível no SUS para avaliação de fornecimento pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (SES/SP)
• Comissão de Farmacologia da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo
Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, nº 188, Cerqueira César, São Paulo
• Em caso de dúvidas, envie um e-mail para: comissaofarmacologia@saude.sp.gov.br

6-Como proceder no caso de reações adversas ou alergia dos medicamentos?
Comunicar seu médico ou procurar um farmacêutico da unidade de farmácia de Alto Custo, pois todas as unidades possuem farmacêuticos capacitados para orienta-los e esclarecer suas dúvidas.

7-Quais os dias e horários de funcionamento da farmácia de alto custo?
Atendimento ao público: Segunda-feira a sexta-feira das 7hs às 17hs.

8-Como solicitar medicamentos considerados de urgência médica?
O médico deverá emitir um relatório explicando a urgência, onde o paciente ira entregar juntamente com os demais documentos de solicitação.

9. Onde devo guardar meu medicamento?
Manter o medicamento sempre na embalagem original, nunca guardar o medicamento na cozinha e banheiro devido calor e umidade. Fique atento com alguns medicamentos que necessitam ser guardados na geladeira nunca utilize a porta da geladeira ou congelador.

10. O que é medicamento termolábel?
São medicamentos que devem ser armazenados em locais refrigerados; a temperatura do local armazenamento deve-se manter dentro da faixa 2° a 8°C.
Quando expostos a temperaturas elevadas, esses medicamentos podem perder as suas propriedades terapêuticas.

Farmacêutica Luciene Grapeia

Unidade Guarulhos
OSS / SPDM - Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina
Telefone : 2408-5886

Entre em contato

 

  (11) 3436-9335

  contato@gamedii.com.br

 

GAMEDII no Facebook

Apoio

  • Sociedade Brasileira de Coloproctologia
  • Federação
  • Grupo de Estudos da Doença Inflamatória do Brasil
  • SOBEST
  • 1

Newsletter

Cadastre-se para receber nossas notícias!